sábado, 10 de agosto de 2013

Dia dos Pais... Como eu queria o meu...




Mais um Dia dos Pais..
Ah que falta...Que falta do meu herói, do meu exemplo...
E ninguém sabe o que é perder um pai, a não ser aquele que já perdeu.
Na boa? Perder não é exatamente o termo...Não pra mim, que acredito que ele apenas deixou este mundo, mas que vive num mundo muito melhor...
Tenho tentado me mostrar forte, mas digo que ás vezes minhas pernas tremem, a voz não sai e lágrimas brotam...Não é fácil...
A dor da separação entre eu e meu pai não cura, se ameniza a cada dia. Ela deixou marcas profundas, não só em mim, mas em toda família, principalmente na minha mãe...
Como disse, meu pai foi tudo pra mim e vivemos momentos felizes, mesmo ele tendo um jeito calado, na dele, mas nos entendíamos muito bem...Nos conhecíamos pelo olhar...Lembro das nossas brincadeiras, das nossas conversas...Mas sinto não ter aproveitado mais tempo ao seu lado...Na verdade, se soubéssemos quando ou em que momento deixaríamos de ter a companhia das pessoas que amamos, com certeza faríamos tudo, mas tudo diferente...
Hoje eu vejo a relação entre pais e filhos de modo diferente. Digo aos meus amigos que aproveitem ao máximo cada minuto com seu pai ou sua mãe, enfim, porque depois que se perde, meu amigo, leva-se muito tempo até levantar da queda...E é uma queda profunda, um abismo quase sem fim.
Fisicamente estou separado do meu pai, mas eu o sinto á todo instante... E pode parecer meio maluco da minha parte ou para quem estiver lendo este texto, mas eu converso com ele e acreditem, ele me dá as respostas para as minhas indagações. Não através de palavras propriamente ditas, mas através das coisas que acontecem comigo. Se tenho uma dúvida sobre algo ou se me vejo sem saber o que fazer, recorro ao meu herói e ele me indica o caminho a seguir.
E é assim que vai ser, até nos reencontrarmos novamente...
Por enquanto, levo tatuado nas costas uma frase repetida várias vezes por este grande homem e que me norteia nos momentos mais difíceis: “Never Lose The Faith”.

Feliz Dia dos Pais... Te amo eternamente!!!


2 comentários:

João Vinicius Rodrigues disse...

Lindo Peter!!!!
Hoje tenho pensado sobre essas mesmas questões. Entretanto ainda tenho meu pai por perto. Mas, por vezes, me pergunto que será de mim aos bocados na ausência de meus pais? Seria bom que nunca pudessem nos abandonar... O importante é que sim, ele tá mais perto de ti do que tu imaginas e ele ilumina teus passos a cada instante, a cada momento.
Um grande abraço meu amigo queridão!

Pazza Ragazza disse...

Peter, muita muita luz no teu caminho. Você é um menino de ouro..de verdade, eu lembro de você lá d Sat e o quanto voce é dedicado, alegre, amigo. Ele ta contigo, te olhando lá de cima pra esse filho que dá mó orgulho. Beijos