segunda-feira, 5 de julho de 2010

Mais um ano...Novas experiências...


É...Então...Por onde devo começar???

Cada aniversário é um recomeço...O começo de um novo ciclo, de uma nova história, de outras experiências...
Este ano resolví comemorar meu aniversário de uma maneira diferente, em um lugar diferente...
Ao contrário de anos anteriores, a passagem dos meus 34 anos - sim, 34 anos - foi comemorada na cidade de Igrejinha, junto de uma galera muito especial pra mim...
Não houve uma festa, festa, porém, não preciso de muito pra ficar feliz e de bem com a vida. A receita é bem simples até:
Reserve um lugar bacana, reúna os verdadeiros amigos, ponha para gelar aquela ceva e pronto!
E foi exatamente isso que aconteceu.
No sábado a festa já estava armada... Um galpão rústico, ceva da boa e os amigos, a parte principal desta comemoração!
Além dos tradicionais parabéns, ganhei presentes de pessoas que nunca esperava ganhar. Engraçado isso, não? Não que eu tenha ido esperando presente, mas é que, sei lá...É estranho...Mas, fiquei feliz...Pra dizer a verdade, chorei diante do que eles aprontaram pra mim...
No domingo a festa continuou...
E ae, no meio de tudo isso eu fiquei pensando: as melhores coiss da vida estão nas coiss mais simples!
E é verdade. Assim como os melhores amigos...Os mais simples, saõ os mais verdadeiros...
Me orgulho muito, muito dos meus amigos, de todos...Mas, estes de Igrejinha são especiais...
Enfim...
Aniverário é isso, né?
Emoções...Sentimentos...
O sentimento que tenho é de renovação mesmo. Um novo ciclo começa, como disse no início deste e agora é aproveitar cada minuto, viver cada experiência, etc...

Obrigado á todos pelos parabéns recebidos...

Nos falamos em 2011!

Um comentário:

Rafael Kenai disse...

"Reserve um lugar bacana, reúna os verdadeiros amigos, ponha para gelar aquela ceva e pronto!"

Tudo bem.. eu supero mais essa. (y)
Afinal não devo ser um amigo verdadeiro, né!? (y) Tudo bem!

Mesmo assim.. parabéns. Tudo de bom. Que tu sempre conquiste as coisas que quiser e tenha muitos e muitos anous. (6)
Abração bobão.